Post Thumb

Ao observar um avião ou um navio realizando o seu percurso, você já se perguntou como as pessoas que estão no comando desses meios de transporte sabem se estão seguindo a rota corretamente e se elas sabem em qual localização se encontram? Bom, um dos principais meios para saber exatamente onde estão é o conhecimento de sua latitude e longitude.

Latitude e longitude são as coordenadas geográficas de um dado local da Terra. A latitude é a distância em graus (isso mesmo, é um ângulo!) entre o local em questão e a linha do Equador, sendo que  varia da latitude 0° (Linha do Equador) até 90°N (Polo Norte) e 0° até 90°S (latitude do Polo Sul). Para o Hemisfério Norte, as latitudes são positivas por convenção internacional. Logo, pela mesma convenção, no Hemisfério Sul as latitudes são negativas. Assim, pode-se dizer que a latitude do centro da Cidade de São Paulo é 46,5ºS ou -46,5 graus, omitindo-se o símbolo S. Por outro lado, a longitude é a distância (em graus) entre um determinado ponto no globo e o meridiano de Greenwhich (meridiano que passa pela cidade Inglesa de Greenwhich, que fica perto de Londres), variando de 0° à 180° podendo ir tanto para leste quanto para oeste. Lembre-se que meridiano é o círculo de 360 graus ao redor da Terra que passa ao mesmo tempo pelo Polo Sul e pelo Polo Norte. No rigor matemático, existem infinitos meridianos passando pelos polos terrestres (ou qualquer outro planeta também!).

Tanto a escolha da linha do Equador quanto o meridiano de Greenwhich foram convenções adotadas para serem os referencias iniciais. A linha do Equador foi escolhida naturalmente  como uma boa referência, enquanto que o meridiano de Greenwhich foi adotado como primeiro meridiano mundial na International Meridian Conference (Conferência Internacional sobre Meridianos) que ocorreu em 1884.